Acre. Capital econômica? Breve, alguma cidade do Peru

Com um atraso de mais de 100 anos, o Acre tenta acelerar e aprofundar a relação econômica com o país vizinho.

Se tudo correr bem, em uma década a capital-econômica-do-Acre será alguma cidade peruana (Cusco, Arequipa, Lima…)

Elas têm tudo e estão bem ali…dar pra ver daqui.

Porque hoje o Peru já é um dos lugares mais procurados por acreanos para o lazer, com preferência para as cidades de Cusco e Lima.

Pelos preços, pero… principalmente por la corta distância.

Estamos muito mais próximos das principais cidades do Peru do que de Brasília, Rio, São Paulo ou BH.

Ou mesmo Cuiabá.

Agora, o empresariado local não pode ficar somente esperando pelo governo, pelo estado, não!

É preciso se vestir de capitalista.

De iniciativa.

O estado tem um ritmo diferente do empreendedor privado.

Algumas coisas o estado faz, proporciona, porém o setor privado precisa pensar mais longe…

Agir!

O isolamento do Acre pela BR-364, em 2014, deve ter servido para alguma coisa.

Ou não?

O Peru deve ser uma obsessão (econômica, especialmente) no Acre.

Ergo,…


J R Braña B.

 

AgGov
Maria Meirelles

Acre amplia relações comerciais com o Peru

As relações comerciais entre o Acre e o Peru estão cada vez mais próximas. Com o propósito de estreitar ainda mais este laço, o secretário de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis, Fernando Lima, e o presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Luiz Assis Felício, reuniram-se nesta terça-feira, 23, com o cônsul do Peru no Acre, Félix Germán Vásquez Solis.

No período da cheia do Madeira, em que a BR-364 esteve interditada, o Peru foi o grande aliado para o Acre, auxiliando no abastecimento de produtos alimentícios. “Rio Branco é um ponto extremamente estratégico para os peruanos, como Puerto Maldonado e Lima também são de suma importância para o comércio acreano. Por isso nos reunimos com o propósito de estreitar ainda mais esta relação e estabelecer uma parceria consolidada”, destacou Fernando Lima.

Durante o encontro, o cônsul peruano convidou o Acre para participar de uma feira de gastronomia que ocorre em agosto no Peru, a Expoalimentaria. “Esta foi uma reunião muito proveitosa, estou muito feliz e hoje a melhor logística que o Acre tem para exportação é o Peru”, enfatizou o secretário de Indústria.

Expoacre 2015

A maior feira de negócios do Acre,  Expoacre, este ano vai contar com a participação de sete indústrias peruanas importantes para a economia acreana. Uma área de 176 metros quadrados foi destinada para a instalação dos empreendimentos, que correspondem os mais diversos segmentos: gastronomia, construção civil, transporte entre outros.

peru-580x387