Governador: ‘Não vou decretar lockdown para as pessoas não respeitarem’

lockdownacre

sena
Governador GladsonC em entrevista à Band News

O governador GladsonC reuniu na segunda-feira pela manhã com um grupo de empresários (restaurantes e bares, responsáveis por 20 mil empregos) e ouviu deles que o decreto de bandeira vermelha não está sendo respeitado por todos.

Os empresários de restaurantes disseram que enquanto eles estão fechados, a maior parte do comércio continua aberta em Rio Branco….eles cobraram uma solução do governo.

Segundo fontes que estavam na reunião, o governador teria dito que, por ele, já teria decretado o fechamento total (lockdown) mas que ‘não faria isso porque ninguém respeitaria e eu não vou sair desmoralizado.’

E deu um exemplo, segundo um dos empresários que estava na reunião:

-Ele disse pra nós: vocês viram a Gameleira ontem (domingo)? Lotada de gente aglomerada…deu vontade de mandar a polícia…mas iam tudo ficar com raiva de mim.

Está provado em todo o mundo que sem vacina a contaminação só reduz com o isolamento efetivo, medida que nunca houve no Acre.

Resultado é o colapso do sistema de saúde e pacientes já tendo, segundo o governo, que serem levados para outros estados.

Em tempo: Excelência, o confinamento efetivo deveria ter sido feito no começo…pedagogicamente….porém o governo foi adiando, adiando e agora perdeu as condições políticas para fazer o lockdown.

Em tempo 2: o governador quase não participou dessa reunião com os empresários na segunda pela manhã (eles não queriam falar com o representante do governo que não fosse GladsonC).

Em tempo 3: GladsonC teria passado a noite (de domingo para segunda) em claro…mesmo assim foi ao encontro dos empresários de restaurantes.

Em tempo 4: oestadoacre, live de Terça estava otimista com Bolsonaro e fez três propostas

J R Braña B.