Após 5 anos justiça decide: Moro é suspeito

#moro

Carta Capital

suspeito

Maioria do STF confirma que Moro é suspeito, mas julgamento é interrompido

A maioria do Supremo Tribunal Federal referendou nesta quinta-feira 22 a decisão, tomada pela Segunda Turma da Corte no mês passado, que reconheceu a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro contra o ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá.

A conclusão do julgamento, no entanto, ficou para a próxima quarta-feira 28.

Sete dos onze ministros confirmaram a determinação da Segunda Turma: Gilmar Mendes, Kassio Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Rosa Weber. Edson Fachin e Luís Roberto Barroso defenderam a reversão da decisão.

Na reta final do julgamento, o decano Marco Aurélio Mello pediu vista e adiou a conclusão do julgamento. Além dele, deve votar o presidente do tribunal, Luiz Fux.