TV Senado exibe neste domingo Aquiri ESTADO ACRE

TV Senado exibe neste domingo Aquiri ESTADO ACRE

A história de “Aquiri – Estado Acre” conta as lutas do povo acreano para alcançar a maioridade, para ter autonomia e gerir seus próprios recursos, sem a intermediação do Governo Central. Incorporado ao Brasil em 1912 como território brasileiro, o Acre começou, já nessa época, a pensar em virar estado. Só em 15 de junho de 1962, esse sonho tornou-se realidade. O processo contou com vozes contrárias, ávidas para embargar esse sonho. 

acre50Costuma dizer que quando o acreano deseja algo vai até o fim. A história documentada nesse especial revela isso. O Acre é o único estado brasileiro que lutou para ser Brasil. Sofreu com o descaso do Governo Central, com a ditadura, e conseguiu resistir. Passou pelo apogeu da borracha, enfrentou a decadência dos seringais, e conviveu com a ideia de ser um lugar inóspito, aonde as pessoas iam para não voltar. 

O Acre é hoje resultado de DNAs multiétnicos: o acreano carrega no sangue a bravura do índio, a ousadia do nordestino, a intimidade com a floresta do ribeirinho e do pescador. Dessa mistura, tem-se o verdadeiro acreano, que, com todos os obstáculos, insistiu em firmar seus pés em terras brasileiras. 

“Aquiri – Estado Acre” traz ao telespectador o passado desse estado que já foi Bolívia, foi Peru e também de vários tamanhos. Você vai saber sobre o acreano que cresceu ao lado dos rios, a riscar seringueiras para tirar o sustento. Vai conhecer a trajetória de personalidades que conquistaram

Ficha Técnica

Roteiro e direção: DERALDO GOULART
Pesquisa e produção: ANDREA AMORIM
Direção de fotografia: TONY BROWN
Edição e finalização: JOUBER RODRIGO
Edição: CLÁUDIO LISBOA
Cinegrafia: TONY BROWN e ROGÉRIO ALVES
Auxiliares de cinegrafia: DANIEL MILTON e ERASMO JULIANO
Locução: DERALDO GOULART
Arte: JIMI FIGUEIREDO e ANDRÉ MENDES
Divulgação: MAYRA CUNHA
Estagiária: SYLVIA DIMITTRIA
Participação Especial: NILO BAIRROS

Serviço: Especial “Aquiri – Estado Acre”, na TV Senado Estreia: domingo, 17 de junho, às 21h30 Reprises: sábado, 23 de junho, às 21h30 e domingo, 24 de junho, às 4h e 15h30. COMO SINTONIZAR A TV SENADO:

Canais: 07 NET, 118 SKY, 183 TVA, 903 Oi e 121 Via Embratel. Em operação: Brasília Canal 51 UHF (Geradora da Rede) e 50.1 digital UHF; Gama (DF) Canal 36 UHF; São Paulo (SP) Canal 61.3 digital UHF; Salvador (BA) Canal 53 UHF; João Pessoa (PB) Canal 40 UHF; Recife (PE) Canal 55 UHF; Manaus (AM) Canal 57 UHF; Natal (RN) Canal 52 UHF; Macau (RN) TV Litorânea – canal 22- emissora de TV afiliada a TV Senado; Cuiabá (MT) Canal 55 UHF; Fortaleza (CE) Canal 43 UHF; Rio Branco (AC) Canal16 UHF; Rio de Janeiro (RJ) Canal 49 UHF (Zona Oeste).