Sena: Justiça suspende CPI contra ex-prefeito Jairo Cassiano

Sena: Justiça suspende CPI contra ex-prefeito Jairo Cassiano

Saiu nesta noite o despacho da juíza Zenice Mota que acatou recurso do ex-prefeito de Sena, Jairo Cassiano, que suspende o funcionamento da CPI da Câmara de Vereadores que pretendia investigar supostas irregularidades nos 17 dias em que esteve à frente da administração da cidade.

jairocassianoJairo havia entrado com recurso (liminar e embargo) contra a decisão dos vereadores alegando que não havia motivos para uma Comissão Parlamentar de Inquérito. No seu despacho, que oestadoacre.com teve acesso com exclusividade a magistrada diz que ‘não tem fato determinado’ para se levar adiante essa investigação contra o então prefeito Jairo.

Segundo ainda o despacho da juíza, a CPI tinha como objetivo não investigar possíveis delitos do ex-prefeito, mas ‘prejudicá-lo politicamente’ para as próximas eleições.

A decisão da juíza Zenice Mota deve ser enviada neste final de semana ainda para o conhecimento do presidente da Câmara, Mastró, e dos membros da comissão de vereadores.

Jairo: ‘eu não merecia essa CPI’

Oestadoacre.com conversou com Jairo Cassiano logo após a decisão da justiça. Ele declarou que também tomou conhecimento nesta noite da sentença em caráter liminar da justiça de Sena.

-Tinha muita fé nessa decisão. Eu não merecia isso – declarou por telefone.

Vereador do PT vai retirar assinatura

O vereador do Partido dos Trabalhadores, Cleiton Brandão, deve confirmar a retirada do seu nome da CPI nas próximas horas (oestadoacre.com já havia previsto essa decisão há duas semanas). Ele foi escolhido o presidente da Comissão com o apoio da oposição, mesmo o seu partido se posicionando contrário à instalação.

Na edição do final de semana passado do semanário SENA XXI, o dirigente do PT, Francisco Nepomuceno Carioca, classificou ‘de equívoco’ a postura do vereador petista e disse que na política, é preciso ‘ter lado’.

[A CPI pode recorrer da decisão da juíza Zenice]