Mulher do povo, na Fundação, pergunta: ‘Qual crime, senhora procuradora?’

Mulher do povo, na Fundação, pergunta: ‘Qual crime, senhora procuradora?’

 

J R Braña B.

 

Aconteceu no Hospital das Clínicas (antiga Fundação).

Uma procuradora do estado do Acre desanda a bradar, numa roda, contra o governo Dilma atacando o ex-presidente Lula.

-Quando abrir tudo vocês vão ver…..,- repetia a otoridade antipetista contra Lula e Dilma.

Uma mulher do povo que ouvia e estava próximo entra na conversa.

-Senhora, qual crime o Lula e a Dilma cometeram?

Foi o bastante para desmontar a tal procuradora, que reagiu da pior forma possível: com ar de superioridade, claro.

-Não vou discutir com uma pessoa que não tem conhecimento de nada – disse e foi embora.

É o contrário: as pessoas do povo começam a ter conhecimento do que está acontecendo no Brasil.

E não é pelo JN, o chefe do Golpe.

Felizmente.

pig

PS: este blogueiro, que tem o melhor plano de saúde do mundo (SUS) tem ido de vez quando realizar consultas no Hospital das Clínicas (oftalmologia) e tem notado que o povo está começando a entender o Golpe que tentam perpetrar contra a Constituição.