Nota: Dep César Messias refuta direção do DNiT sobre BR-364

Nota do deputado federal César Messias, PSB enviada a este blog:


NOTA À IMPRENSA

Acerca das declarações emitidas pelo Superintendente Regional do DNIT no Estado do Acre, Thiago Caetano, quando de sua entrevista para o site contilnet acerca do atual estado da BR-364, além de reafirmarmos nosso respeito pelo entrevistado, esclarecemos que, leigo ou não, representamos a população do Estado do Acre, principalmente aqueles que dependem da mencionada rodovia federal para se locomover, e, assim como os acreanos, temos experiência de vida suficiente para enxergar a realidade dos fatos e da atual situação em que a BR-364 se encontra, haja vista que já a percorremos inúmeras vezes e temos a convicção em afirmar que a mesma nunca esteve no estado em que se encontra. Com isso, não nos furtaremos de cobrar, de quem quer seja, situação ou oposição, as responsabilidades na manutenção e/ou recuperação da BR-364, pois enquanto estava a cargo do Estado do Acre, mesmo com sua limitação financeira, nunca se atingiu a deterioração atual, fruto da omissão de quem de direito.

Ademais, responsabilizar a burocracia estatal pela demora no início dos serviços representa a velha justificativa que os novos gestores apresentam, justificativa essa que se escuta desde que o DNIT reassumiu a BR-364. Aproveitamos a oportunidade, também, para aplaudir todo o corpo técnico do DERACRE e DNIT – mais de 50 (cinquenta) experientes técnicos e engenheiros rodoviários – que participaram da execução dessa obra de enorme importância para o Estado do Acre e que, injustamente, são responsabilizados por “erros cometidos no passado”, “erros” esses, diga-se, foram frutos de decisões técnicas tomadas juntamente com o próprio DNIT, tanto que contaram com a aprovação da diretoria colegiada do órgão.

Quanto à inverídica alegação de que não nos empenhamos em ajudar na liberação dos recursos para as obras da BR-364, esclarecemos que o próprio Superintende nos procurou para ajudar na implantação da Superintendência do DNIT no Acre, o que parece não lembrar, e desconhece também as inúmeras vezes que, juntamente com o Governador Tião Viana, fomos ao DNIT em busca de ações positivas para a rodovia.

Logo, a par de discussões inócuas, é necessário partir para o campo prático, pois a população acreana já não mais tolera tanto discurso, a nós cabendo apoiar e unir esforços para imediata liberação dos recursos necessários ao início dos serviços, e ao DNIT no Acre a obrigação de, pelo menos, apresentar à sociedade acreana o planejamento da obra para o ano de 2017, indicando os trechos que serão trabalhados, a quantidade e tipo de equipamentos, insumos e frentes de serviços com o número de operários que atuarão nos serviços de recuperação da BR-364, bem como a data prevista para o efetivo início dos serviços, como fazia, ano a ano, o DERACRE.

Com isso, publicamente vimos afirmar, de modo expresso agora, que nosso mandato de Deputado Federal, bem como nosso gabinete em Brasília-DF continua à disposição do Superintendente do DNIT no Acre para as demandas que sejam do interesse da população acreana, como é o caso da BR-364.

CÉSAR MESSIAS
Deputado Federal


Sobre o mesmo tema BR-364 e outros 

César Messias fala de emendas, BR e PSB (vídeo)