Jovens marceneiros do Acre vão estudar design na Itália

Trinta jovens marceneiros acreanos iniciam dois cursos de design em móveis oferecido pela tradicional Escola de Design em Milão, na Itália, a partir do próximo mês. Os estudantes serão selecionados por meio de mecanismos desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e Serviços Sustentáveis (Sedens), em diálogo com empresário do segmento madeireiro do Estado.

govitaliaA possibilidade da qualificação de mão-de-obra foi confirmada nesta terça-feira-feira, 17, com a assinatura de Carta de Intenções pelo governador Tião Viana, o presidente do Consorzio del Politécnico de Milão (Poli.Design), Giuliano Simonelli, e o  diretor da Escola de Design de Milão, Arturo Dell’Acqua Bellavitis.

O objetivo da parceria com as instituições italianas é o de garantir a transferência de conhecimentos, processos e metodologias na área de design.

Estado que menos desmatou na Amazônia, e o que mais cresceu, o Acre conta com cerca de 1,5 mil trabalhadores nas 460 marcenarias existentes. A meta é fazer esse número saltar para cinco mil, incorporando tecnologia no trabalho desenvolvido.

O contato com a Escola de Design de Milão começou a ser estabelecido há um ano, quando a primeira-dama do Estado, Marlúcia Cândida, esteve na província participando da Feira Internacional de Móveis.

Em outubro do ano passado, Marlúcia Cândida liderou uma comitiva de acreanos que visitou indústrias, empresas e órgãos do governo, e abriu-se a possibilidade de uma parceria da tradicional escola milanesa com o governo do Acre.

“Queremos estimular os empreendimentos acreanos na busca contínua da inovação orientada pelo design. Essa é uma escola do futuro”, adiantou Tião Viana.

Ao assumir compromisso com a instituição italiana, o governo do Acre reforça o interesse de promover a articulação para o intercâmbio eficiente de projetos e informações inovadoras, com o eventual aproveitamento de ações de sucesso, com possibilidades de aplicações nas áreas relacionadas.

O documento assinado pelo governador e os diretores tem a finalidade clara de formalizar a parceria com Milão para fins de compartilhamento de esforços e investimentos na geração de conhecimentos, no desenvolvimento de processos e metodologias na área de design.

“Queremos fortalecer setores chaves da nossa economia”, destacou o governador.

Parceria

O governo, a Poli.Design e a Escola de Design de Milão assumiram o compromisso de desenvolver ações de maneira articulada e em parceria, propiciando as condições necessárias para a consumação eficaz dos objetivos propostos.

Serão agendadas reuniões entre membros do governo e das instituições, em datas convenientes às partes envolvidas, para a efetivação dos estudos e entendimentos recíprocos, com o fim de elaboração de plano de execução das ações descritas na carta de intenções.

A parceria articulada pela primeira-dama contou com a empolgação do diretor Arturo Dell’Acqua Bellavitis: “Estou muito emocionado com o projeto social do Acre. É um projeto que nos deixa extremamente satisfeitos, por ser inovador”.

O presidente da Poli.Design, por sua vez, declarou: “É um desafio muito grande . Não é uma parceria qualquer. É um projeto consistente e não um investimento casual”.


Join the Conversation