Sena: justiça acata pedido do MP e manda prefeitura demitir todos os provisórios

Acatando pedido do Ministério Público em caráter liminar [decisão não definitiva, mas que obriga a prefeitura a cumprir como se definitiva fosse até o julgamento final do mérito pelo tribunal], a juíza de Sena Madureira deu um prazo de 10 dias para o prefeito Nilson Areal demitir todos os funcionários provisórios que estão trabalhando, exceto os professores e barqueiros. Nos últimos dias, o município já vinha providenciando o afastamento dos prestadores de serviços.

nilson_arealpagA decisão obriga a prefeitura a demitir sob pena de ter que pagar multa de R$ 5 mil ao dia a partir do vencimento do prazo concedido pela justiça (10 dias)

Em contato com a reportagem de oestadoacre.com, o prefeito Nilson Areal declarou que impossível demitir todos os provisórios/prestadores sob pena de prejuízos em serviços essenciais na cidade.

– Não temos como demitir  todos, tem escola, unidades de saúde, limpeza e obras que não funcionam sem os prestadores – disse  Nilson Areal.

A reportagem apurou que a prefeitura deverá procurar a juíza Zenice Mota, que responde pela Comarca de Sena Madureira, para tentar abrir um canal de diálogo com o objetivo de fechar o ano sem maiores problemas.
—————————-

Na edição do SENA XXI, do próximo final de semana, mais detalhes sobre as demissões em Sena.


Join the Conversation