Prefeito Mano assina ordem de serviço de 6,5 milhão em Sena (ruas e Pça da Juventude)

 

J R Braña B. – 

Faltando 1 ano, seis meses e um dia para o cumprimento do mandato, o prefeito Mano Rufino, enfim, pôde assinar a primeira ordem de serviço de expressão que visa recuperar e urbanizar ruas importantes do município, como também a construção da Praça da Juventude.

O anúncio do pacote de 6,5 milhão foi feito no começo da noite de segunda-feira, 29-J, sob uma tenda instalada bem em frente ao palco permanente erguido ao lado do prédio da prefeitura.

mano assinaOS

 

-Não há crise que seja maior do que nossa força de vontade – disse o prefeito, que foi o último a falar na noite.

O governador Tião Viana foi representado pelo líder na Aleac, deputado estadual Daniel Zen.

-O prefeito Mano na crise que atinge a todos está  assinando ordem de serviços para investimentos em Sena. E só está fazendo isso porque lutou esse tempo todo para garantir esses recursos – ressaltou Zen.

Vereadores, presidentes de partidos, lideranças comunitárias e de sindicatos, além de religiosos marcaram presença.

O público usou as cadeiras e ficou em pé assistindo a solenidade, que durou próximo de 2 horas.

Mano pareceu muito animado.

Ele contou o périplo por Brasília e na bancada federal nesse último ano e meio.

Citou o apoio dos senadores atuais (do ex-senador Aníbal) e deputados federais (inclusive ex, como Antônia Lúcia, Henrique Afonso e Perpétua)  que deram apoio com suas emendas destinadas à cidade.

-Quero agradecer a todos eles – destacou o prefeito.


Três empresas

As empresas que participaram e venceram as licitações são da capital e dividirão as obras previstas no pacote da prefeitura. 

Um dos moradores, líder comunitário, pediu ao prefeito que seja exposto em cada canteiro uma placa com o valor da obra e o prazo de entrega.


Trabalhos começam na próxima segunda

Segundo o prefeito Mano disse a oestadoacre.com, as empresas começam a cair em campo na próxima semana com seus maquinários e homens.

-Na próxima segunda vamos começar – disse.


Discurso ‘Rolando Lero’ foi necessário…

hermano

 

O vice-prefeito Hermano Filho discursou antes do prefeito Mano.

Como na Copa da Floresta, quase não larga mais o microfone.

Enquanto todos falaram entre 5 a 10 minutos, Hermano alugou o microfone e deram 5, 10, 15, 20, 25…e nada dele encerrar.

28 longos minutos o total da fala do vice.

Questionado por oestadoacre.com após a solenidade por que havia falado mais tempo do que todos, explicou:

-Como o próximo era o prefeito a falar, fui orientado a discursar até que um dos empresários chegasse à solenidade. Ele precisava assinar também a ordem de serviço junto com o Mano – disse Hermano.

Quando o vice começou sua intervenção é bem provável que o tal empresário ainda estivesse passando pelo km 72 da BR-364, no Evandro.


Ausências

Sena Madureira elegeu dois deputados (Nelson Sales e Gerlen Diniz).

Nenhum deles compareceu ao lançamento e anúncio das obras.

Especialmente Nelson, que faz parte da base de apoio ao governo.

IMG_20150629_185734472IMG_20150629_181305403daniel zencleytongilbertomano

 

Outras frases do Prefeito Mano

Estamos dando um passo importante para melhorar a nossa cidade. Continuaremos em busca de mais recursos para Sena Madureira

-Estamos lançando hoje o pacote de obras e não poderia deixar de agradecer os deputados federais e senadores que sempre tem nos recebido e atendido, na medida do possível, as nossas demandas. Continuaremos lutando por mais recursos para Sena Madureira

-Graças a Deus conseguimos destravar, via judicial, cerca de 3 milhões de reais que tinham sido bloqueados. Com isso, estaremos melhorando as Ruas do nosso município. E ainda, teremos serviço de drenagem e a construção da praça da juventude que trará uma melhor qualidade de vida pra nossa população. Sabemos que o recurso anunciado hoje não irá resolver todos os problemas, por isso, continuaremos lutando por mais recursos para Sena Madureira

-A nossa meta é que o trabalho seja de qualidade e que tenha durabilidade. A população pode ter certeza de que os recursos serão empregados devidamente