900 empreendedores do governo: uma falácia que ilude muitos

falácia empreendedorismo #

empreendedores
Empreendedorismo, falácia: os próprios desempregados passam a se culpar pela situação em que se encontram. (foto: governo do Acre)

AnGA (gov do Acre) – não deixe de ler o Em Tempo

Governo supera meta e certifica mais de 900 empreendedores no estado

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) capacitou 915 empreendedores em 16 municípios do Acre com o curso “Desenvolvendo a Gestão de Empreendimentos Econômicos e Solidários”, superando a meta que era de 850, realizando 108% do percentual programado no convênio.

(…)

-O curso deu capacidade técnica aos empreendedores, estimulou a autonomia financeira e despertou o espírito empreendedor – declarou a secretária de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique.

(…)

empreendedorismo
Foto: governo do Acre

Em tempo: e ainda há quem acredite nessa lorota, nesse modismo, de empreender sem recursos, sem crédito…sem uma economia pujante.

Em tempo 2: os ‘empreendedores’ do governo são os desempregados sem renda com outro nome….’a narrativa favorável ao empreendedorismo faz com que as “vítimas” do desemprego passem a ser “culpadas” pela sua própria situação.’ (do Livro  A Falácia do Empreendedorismo)

Em tempo 3: não basta apenas esforço e uma boa ideia para um negócio ter sucesso…tudo está relacionado à questão da economia e sua política, salário, consumo, mercado etc…

Em tempo 4: Do sociólogo Adriano Campos, que nos atenta para o fato de que os países com maiores níveis de autoemprego não são necessariamente os países com maior desenvolvimento:  ‘Estamos a falar de Bangladesh ou do Vietnam e na outra ponta, nos países com índices mais baixos de autoemprego, encontramos a Suíça, o Luxemburgo ou o Canadá’.

Em tempo 5: sugiro a todos, em especial, ao pessoal dessa secretaria de Empreendedorismo (sem crédito), o livro ‘A Falácia do Empreendedorismo’

J R Braña B.