Acre: Nota pública do PSol em defesa da vida

nota psol acre #

nota

NOTA DO PSOL EM DEFESA DA VIDA E EM COMBATE AO CORONA VIRUS

O Partido Socialismo e Liberdade – PSOL ACRE, diante das discussões dos vários segmentos sociais sobre a quarentena cumprida como medida de saúde contra a Convid 19, vem a público manifestar posicionamento de total apoio para a medida de isolamento social adotada para combater a proliferação do contágio pelo corona vírus.

Na ausência de medicamento adequado, na falta de vacina para o Corona e ainda na falta de estrutura hospitalar com equipamentos respiradores para receber pacientes em quantitativos elevados como temos visto nas mais variadas cidades brasileiras e mundiais onde a pandemia se alastra, a melhor forma de combater a proliferação da doença altamente letal é afastando as pessoas, reduzindo fluxos, aglomerações e contatos com superfícies em áreas de atendimento público.

Neste sentido as decisões da Prefeita de Rio Branco e do Governador em suspender os mais diversos serviços, escolares, comerciais, serviços públicos, serviços de atendimento coletivo, serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, entre outros, mantendo apenas os serviços essenciais já entre os dias 17 e 20 de março de 2020 se comprovaram acertadas. Assim como a determinação para uso de máscara, estabelecendo VIDAS COMO PRIORIDADE.

As medidas de isolamento social permitiram que o Acre não vivesse um contágio na velocidade que assistimos em Estados vizinhos como Manaus e Pará, onde centenas são enterrados em covas coletivas, por não terem ADOTADO o isolamento no tempo adequado.

Ganha mais valor a determinação dos gestores quando enfrentam o Presidente da República que se posiciona como um portador da morte incentivando a população para sair de casa afirmando que as informações sobre a letalidade do vírus são inverídicas. Este mesmo presidente que apoiado pelo governador, seu vice e todos os atuais senadores do Acre, na política de desmonte do SUS, CONGELANDO RECURSOS e promovendo o colapso da saúde publica, agora observa o colapso da saúde nos Estados brasileiros para enfrentar o Convid 19. Nesse momento precisamos, todos, refletirmos que o SUS – Sistema Público de Saúde é a nossa salvação e nosso socorro, por isso, congelar recursos pra saúde é um grave erro.

É vital lembrarmos que o Acre apresentou o primeiro caso quase um mês após o primeiro registro no Brasil em São Paulo, o que significa que estamos atrás do momento de pico da contaminação, sendo então, um risco flexibilizarmos a medida que tem nos salvado.

Devemos ter a consciência de que se não estamos vivendo realidades adversas e graves é por que até agora as medidas foram acertadas, o que torna preocupante o aumento do fluxo e aglomeração de pessoas em bancos, comércios e outros serviços e ambientes, VISTO QUE OS NÚMEROS DE CASOS PERMANECEM CRESCENDO podendo constituir em curto prazo o colapso do nosso sistema de saúde atingindo inclusive os profissionais da saúde que estão adoecendo pela convid 19 ou fadiga, merecendo, pela coragem e desprendimento, toda a nossa solidariedade e reconhecimento.

Neste sentido o PSOL, ao mesmo tempo que se solidariza com as famílias que já viveram o drama e o medo por contágio de algum membro ou que choram a perda de um ente querido, reitera a necessidade da manutenção do isolamento social, reconhecendo o acerto da prorrogação pela prefeita até 17 de maio de 2020 e solicitando ao governador que mantenha o rigor para o seu cumprimento só flexibilizando quando houver segurança atestada pela ciência e que fortaleça o sistema de saúde pública para dar condições de atendimento em larga escala aos que forem atingidos pelo vírus e aos que manifestarem outros problemas de saúde que também exigem atendimento hospitalar.

Reiteramos, ainda, que tais medidas não devem penalizar os trabalhadores com retirada de direitos ou redução de salários. O passo primeiro é Salvar vidas. Uma vez vencida a pandemia, o governo deve dirigir o Estado para a intervenção necessária de reconstrução econômica.

A DIREÇÃO ESTADUAL DO PSOL.