Relação social Acre-Peru deve ser prioridade (vídeo)

#peru

acre
Presidente do Peru, Pedro Castillo, e GladsonC, gov do Acre

Uma razão fundamental para aprofundar a relação Acre – Peru: a razão social-cultural….a econômica deve vir em segundo plano, consequência – porque enfrenta e enfrentará, em qualquer situação – barreiras impostas pelo próprio estado brasileiro…ponto.

E por conta de não avançar a relação mercantil com o vizinho a elite política do Acre, cega, talvez pense, se é que pensa – que não valeria apenas investir em esforço…percebam que quando o governo do Acre (todos) falam de integração com o Peru, a primeira coisa que dizem…’vender carne, vender peixe, vender picolé, vender baixaria…’ isso é de uma visão muito pequena ainda mais no mundo em que vivemos hoje …a carne local já chega ao Peru (ao mundo todo) via as players do setor…(é preciso o setor da pecuária do Acre melhorar a sua relação com os seus players e sair do cabresto deles…mas isso é outro post)

Relação entre estados não começa pela economia, prioritariamente…começa com as pessoas, com a cultura…enquanto não se enxergar isso o Acre vai ficar choramingando porque empresas de São Paulo vão bloquear qualquer avanço de sinal na relação econômica com o Peru…carne, especialmente….

A relação do Acre com o Peru, estrategicamente e politicamente não pode se resumir a negócios e lucros de empresários …isso é muito pouco para contemplar a história de dois povos com muitas semelhanças…e ao mesmo tempo naturais e necessárias diferenças. (abaixo vídeo do governador GladsonC com os presidentes do Peru e Brasil)

J R Braña B.