Acre: ‘Setor de serviço elevado, renda baixa e desigual: Tragédia’ (v)