No aniversário: Bolsonarista mata líder do PT no Paraná (v)

PT

morte

Marcelo Arruda era tesoureiro do PT na cidade. Crime político aconteceu depois do policial bolsonarista gritar “é Bolsonaro, seus filhos da puta”.

 

Vídeo mostra Marcelo Arruda comemorando os 50 anos pouco antes do crime acontecer

Jornal do Comércio

Líder do PT em Foz do Iguaçu é assassinado a tiros durante a festa de aniversário

Marcelo Arruda, de 50 anos, teria reagido e disparado contra o invasor, que também foi baleado

O guarda municipal Marcelo Arruda, de 50 anos, foi assassinado a tiros durante sua festa de aniversário na madrugada deste domingo (10). De acordo com a polícia, um homem invadiu a festa armado ameaçando os convidados e o aniversariante – que era líder do Partido dos Trabalhadores (PT) em Foz do Iguaçu, no Paraná, e foi candidato a vice-prefeito da cidade em 2020. Houve troca de tiros, e o suspeito também morreu. As informações são da Band.

Segundo nota divulgada pelo PT, um policial penal teria entrado na festa, proferido gritos de apoio a Jair Bolsonaro (PL) e apontado a arma para o guarda municipal, ameaçando-o. Ele teria deixado o local, mas voltou pouco tempo depois. Então, Marcelo teria reagido, disparando contra o suspeito, que, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, levou três tiros e foi internado – mas não resistiu aos ferimentos.

(JC)

Em tempo: Tarso Genro: ‘Dirigentes da Esquerda têm o dever nos orientar’

oestadoacre.com (inscreva-se no nosso canal..apenas um clique aqui)