PTB se apressa por uma solução jurídica e política para Charlene

# eleição op hefesto 2018

ptb
PTB aguardará até sexta por liberdade de Charlene, candidata a dep federal pelo partido (foto:contilnet)

O PTB vai esperar até sexta-feira, 21, para tomar uma atitude em relação à candidata Charlene Lima, que até agora não conseguiu um habeas corpus que garanta sua liberdade e o prosseguimento de sua campanha.

O partido precisa urgente (faltam 18 dias para a eleição) de uma definição jurídica da situação da candidata para saber o que fará no campo político.

Os planos do PTB nacional, do seu presidente Roberto Jefferson, que até agora não deu nenhuma declaração pública de apoio à Charlene – é eleger um federal no Acre.

A agonia dos apoiadores (e do PTB) por uma definição se justifica: em Sena, em sondagens de todo tipo e até de adversários, Charlene aparece sempre bem avaliada na preferência do eleitor da cidade.

(colaboração de SM)


Mais sobre sobre a Operação Hefesto e Hora Extra aqui