Comissão da Verdade responsabiliza 377 por tortura no Brasil durante Ditadura

No Dia Nacional dos Direitos Humanos, o relatório da Comissão da Verdade foi entregue aos chefes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. (vídeo na capa deste sítio)

O documento, histórico, denuncia 377 pessoas (incluindo ex-presidentes) pelos crimes de tortura no Brasil entre os anos de 1946 a 1988.

O relatório final da Comissão Nacional da Verdade foi entregue hoje em cerimônia oficial no Palácio do Planalto à presidenta Dilma Rousseff. Dividido em três volumes, o relatório é o resultado de dois anos e sete meses de trabalho da Comissão Nacional da Verdade, criada pela lei 12528/2011.

Instalada em maio de 2012, a CNV foi criada para apurar e esclarecer, indicando as circunstâncias e a autoria, as graves violações de direitos humanos praticadas entre 1946 e 1988 (o período entre as duas últimas constituições democráticas brasileiras) com o objetivo de efetivar o direito à memória e a verdade histórica e promover a reconciliação nacional.

Foto: um dos locais no RJ que servia de cativeiro para os sequestrados e torturados pelo Estado Brasileiro

Confira a lista: