Nos EUA, General pede desculpas: Em repúblicas bananeiras é diferente

#repúblicabananas

No G1

república

(…)

No Brasil, o setor saudosista da Ditadura nas Forças Armadas pensa que é dono do país..

Nos Estados Unidos, o general Mark Milley (maior autoridade militar americana) veio a público pedir desculpas por ter participado de um ato político ao lado do Bolsonaro de lá, o Donaldo Trump.

Os Estados Unidos não são uma república bananeira e golpista…

E lá os milicos não se atrevem a falar em Ditadura Militar…muito menos falam em fechar o Congresso ou a Suprema Corte.

Estão subordinados aos civis…como deve ser numa democracia.

J R Braña B.


petecão